Doença atinge cerca de 25 milhões de pessoas no mundo; cura ainda é desconhecida

aspal
Por aspal setembro 29, 2013 20:50
No Dia Mundial do Alzheimer, comemorado em 21 de setembro, o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) faz um alerta à doença, que atinge cerca de 25 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).
O Alzheimer é uma doença cerebral crônica, progressiva e degenerativa, um tipo comum de demência, que acomete em sua maioria pessoas acima dos 60 anos e tem como sintoma primário a perda da memória recente. Em alguns casos, pode chegar a se desenvolver precocemente antes dos 50 anos.
Segundo o diretor do Serviço de Neurocirurgia do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), José Marcus Rotta, a causa ainda é desconhecida, mas tem como fatores de risco o traumatismo craniano e a idade avançada, podendo também se desenvolver devido à predisposição genética ou o desenvolvimento de proteínas anormais no cérebro.

“É aconselhável a ingestão de alimentos ricos em ômega 3, como atum, sardinha e salmão, além de nozes, sementes de linhaça e brócolis”, afirma.

O médico ressalta ainda que praticar atividade física melhora o condicionamento físico, além de enfraquecer o surgimento de proteínas causadoras da doença, dificultando assim seu avanço.
Atualmente não há cura para a doença, apenas meios de prevenção, como a leitura de mais de um livro ao mesmo tempo e o aprendizado de novas línguas, entre outras coisas. Também há ações que enfraquecem seu andamento, como estimular o doente a realizar tarefas corriqueiras, auxiliar na limpeza da casa, ver fotos antigas e ler em voz alta.Iamspe

O Iamspe, autarquia vinculada à Secretaria de Gestão Pública, tem hoje uma das maiores redes de atendimento em saúde para funcionários públicos do país.
Além do Hospital do Servidor Público Estadual, na capital paulista, possui 17 postos de atendimento próprios no interior, os Centros de Assistência Médico-Ambulatorial (Ceamas), e disponibiliza assistência em mais de 100 hospitais e 130 laboratórios de análises clínicas e de imagem credenciados pela instituição, além de 3.000 médicos em 200 cidades paulistas, beneficiando 1,3 milhão de pessoas em todo o Estado.


Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe)
Assessoria de Imprensa

Fonte: Sylvio Micelli
aspal
Por aspal setembro 29, 2013 20:50
Escrever um comentário

sem comentários

Ainda não há comentários!

Deixe-me lhe contar uma história triste! Não existem comentários ainda, mas você pode ser primeiro a comentar este artigo.

Escrever um comentário
Ver comentários

Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*