Comissão vai ouvir ministro e entidades de classe sobre aposentadoria por invalidez

aspal
Por aspal fevereiro 17, 2014 19:45
17/02/2014 – 17h20

A Comissão Especial da Aposentadoria por Invalidez (PEC 170/12) realiza audiência pública nesta quarta-feira (19), às 14h30, em plenário a definir.

Estão convidados para o debate o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho; o presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP), Jarbas Simas; a presidente da Associação Nacional dos Servidores Ativos, Aposentados e Pensionistas do Serviço Público Federal (APSEF), Maria Cecília S. S. Landim; o presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis), Nilton Rodrigues; e o secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Sérgio Ronaldo da Silva.
O relator da proposta, deputado Marçal Filho (PMDB-MS), que solicitou o debate, defendeu a aposentadoria única com proventos integrais. “Para que a isonomia a todos os aposentados por invalidez permanente se concretize, é fundamental que se acabe com aposentadoria por invalidez permanente ‘com proventos proporcionais’ e ‘com proventos integrais” e passe a existir apenas a aposentadoria por invalidez que garantirá proventos integrais ao servidor.”
Na opinião do parlamentar, é indispensável que as entidades de classe sejam ouvidas pela comissão antes do texto final ser votado. A PEC é de autoria da deputada Andreia Zito (PSDB-RJ).
Após a audiência, os parlamentares terão reunião ordinária para votar requerimentos.

Íntegra da proposta:

Da Redação – RCA

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/TRABALHO-E-PREVIDENCIA/462195-COMISSAO-VAI-OUVIR-MINISTRO-E-ENTIDADES-DE-CLASSE-SOBRE-APOSENTADORIA-POR-INVALIDEZ.html?utm_campaign=boletim&utm_source=agencia&utm_medium=email

aspal
Por aspal fevereiro 17, 2014 19:45
Escrever um comentário

sem comentários

Ainda não há comentários!

Deixe-me lhe contar uma história triste! Não existem comentários ainda, mas você pode ser primeiro a comentar este artigo.

Escrever um comentário
Ver comentários

Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*